A arte do retrato (III) – a mágica presença do outro

Em postagens anteriores sobre o assunto retrato, falei de como o retrato é mágico, furtivo e até arriscado como um flerte (O desafio do retrato – 1). Também reforcei que vale apostar na simplicidade. Às vezes, enfeitar muito a coisa, no fundo estraga (O desafio do retrato – 2). Que tal continuarmos a prosa sobre o portrait.

A arte do retato é repleta de detalhes e peculiaridades. Podem ir de aspectos técnicos a outros mais ao nível do fazer como o aproach do fotógrafo ou mesmo a performance ou essência de quem vai ser fotografado. E é bem esse ponto interessante e inerente ao portrait, à arte da fotografar pessoas, que não podemos esquecer.

Falo do encantamento natural da pessoa. Podemos classificar como naturalidade, presença (presence), performance, estilo, marca pessoal, personalidade; todavia, na real, gosto de encantamento. Simplesmente encantamento pela pluralidade do termo.

Quando o fotógrafo fica diante de alguém expressivo, verdadeiro, cativante e tem em si poder de encantamento, quase certo sair dali com um retrato real e convincente. Além disso, isso pode ajudar não só na missão em si, mas na repercusão e reverberação do trabalho.

Veja, eu não estou me referindo à notoriedade, de ser alguém famoso, popular, ou saber interpretar – performático –, e sim dessa como mais sútil que algumas pessoas tem ou desenvolvem. Uma condição (ethos/pathos/logos) absolutamente natural. E, interessante, pois o natural pode aparecer ou ser extraído mesmo no encenado ou posado. E a essência mágica que emerge na dança, na batalha, no esconde-esconde, do encontro furtivo para o retrato.

Percebi esse sortilégio ocorrer nesse meu último job de fotos com o grafiteiro e muralista Marcelo Diamant. O retato e registro de um das suas pinturas ilustraria a matéria no jornal Tribuna do Paraná (Curitiba). Como de costume, pouco tempo, zero briefing e situações adversas – foto foi na rua, movimento, carros, caminhões e tudo mais. Interessante que a coisa fluiu e a repercusão foi muito legal. Destaque para o texto (isso também faz parte) do colega Gustavo Marques.

O retorno foi muito bom. Um áurea boa envolveu todo o processo. O fotógrafado gostou da foto, o pessoal no jornal comentou sobre o retrato, pessoas descobriram acerca do trabalho e talento do Diamant. Enfim, ocorreu esse deslumbramento – eu novamente com meus conceitos.

Sinceramente, trata-se de um trabalho sem muita complexidade. Simples em sua essência por ser um pauta de jornal, jogo rápido, mas verdadeiro pelo talento, carisma e disposição do Marcelo Diamant. Ou seja, esse encantamento dele proporcionou força e vitalidade a foto. Como eu disse, um elemento necessário e fundamental para o retrato. Bem, tem pessoa que são assim. Sorte nossa quando se deparamos com isso!

Arte na rua
Um muro em branco, limpo é como uma tela de quadro para o artista muralista Marcelo Diamant. E foi nessa pegada que ele deu cara nova para os 144 metros de um muro cinzento e para uma praça, em Pinhais, região metropolitana da capital.

Ou como o Eduardo Luiz Klisiewicz disse: “o trabalho do artista de rua Marcelo Diamant é tão bom, tão perfeito, que chegamos a duvidar”.

Lindeza total. E de um talento fononemal. Aliás, talento e criatividade que vai empurrando o nome do Marcelo Diamant para patamares que ele nem imaginava. Do local para o nacional, para o reconhecimento com nomes de peso do grafite e do muralismo.

 

 

Fiquem bem e até o próximo!


Você pode me seguir

Instagram: @andrerodriguesphoto
Twitter: @andrerodriguespictures
More on: www.andrerodriguesphoto.com.br

 

 

 

3 comentários em “A arte do retrato (III) – a mágica presença do outro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s